LOGIN usuário: senha: [ entrar ] ou [ Registre-se ]

Publicidade

Topo Esquerdo

Publicidade



Faça a sua denúncia.

Saiba a Quem Denunciar Irregularidades Ambientais

Se a situação envolver a compra, venda ou transporte ilegal de animais silvestres brasileiros, a denúncia pode ser feita à Renctas (Rede Nacional Contra o Tráfico de Animais Silvestres).

linhaverde.sede@ibama.gov.br. / Dúvidas? Ligue para JMA - 041 3024-8369
PARANÁ IBAMA PR

0xx ( 41 ) 3363-2525

Secretaria de Estado do Meio Ambiente
e Recursos Hídricos

0xx ( 41 ) 3322-1611

Sociedade Protetora dos Animais

0xx ( 41 ) 3256-8211

Secretaria Municipal do Meio Ambiente

0xx ( 41 ) 3335-2112

IAP INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ

0xx ( 41 ) 3213-3700

RIO GRANDE DO SUL IBAMA-RS

0xx ( 51 ) 3228-7290
0xx ( 51 ) 3228-7290

Fundação de Proteção Ambiental
Emergências Ambientais

0xx ( 51 ) 9982-7840

SANTA CATARINA IBAMA-SC

0xx ( 48 ) 3212-3300

Secretaria do Desenvolvimento
Urbano e Meio Ambiente

0xx ( 51 ) 9982-7840

Fatma Fundação do Meio Ambiente
Santa Catarina

0xx ( 48 ) 3216-1700

SÃO PAULO IBAMA-SP

0xx ( 11 ) 3066-2633

CETESB Companhia de Tecnologia
de Saneamento Ambiental

0800 11 35 60

Departamento de Proteção dos
Recursos Naturais de São Paulo

0xx ( 11 ) 3030-6807

RIO DE JANEIRO IBAMA-RJ

0xx ( 21 ) 2506-1734
0xx ( 21 ) 2506-1734

Fundação Estadual de Engenharia
do Meio Ambiente

0xx ( 21 ) 2270-6433
0xx ( 21 ) 2270-6098

Secretaria de Meio Ambiente
e Desenvolvimento Sustentável

0xx ( 21 ) 2299-9205

Comissão Estadual de Controle
Ambiental

0xx ( 21 ) 2299-5282

Fundo Estadual de Conservação
Ambiental

0xx ( 21 ) 2299-2217

MINAS GERAIS IBAMA-MG

0xx ( 31 ) 3299-0700
0xx ( 31 ) 3337-2624

Secretaria de Meio Ambiente
e Desenvolvimento Sustentável

0xx ( 31 ) 3298-6200

TOCANTINS IBAMA-TO

0xx ( 63 ) 3215-1873

ESPÍRITO SANTOS IBAMA-ES

0xx ( 27 ) 3324-1811

Secretaria Estadual para Assuntos
do Meio Ambiente

0xx ( 27 ) 3136-3492
0xx ( 27 ) 3136-3501

BAHIA IBAMA-BA

0xx ( 71 ) 3248-9427
0xx ( 71 ) 3345-7322

Diretoria de Desenvolvimento
Florestal

0xx ( 71 ) 3115-6101
0xx ( 71 ) 3115-6105

SERGIPE IBAMA-SE

0xx ( 79 ) 3211-0468

Administração Estadual
do Meio Ambiente

0xx ( 79 ) 3179-7310

ALAGOAS IBAMA-AL

0xx ( 82 ) 3241-1600

Secretaria Executiva do Meio Ambiente,
Recursos Hídricos e Naturais

0xx ( 82 ) 3315-2680

PERNAMBUCO IBAMA-PE

0xx ( 81 ) 3441-6338
0xx ( 81 ) 3441-5075

Companhia pernambucana
de Meio Ambiente

0xx ( 81 ) 2123-1800

PARAÍBA IBAMA-PB

0xx ( 83 ) 3218-7200

Secretaria Extraordinária
do Meio Ambiente, dos Recursos
Hídricos Minerais

0xx ( 83 ) 3218-4371

RIO GRANDE DO NORTE IBAMA-RN

0xx ( 84 ) 3201-5840

Instituto de Desenvolvimento
Econômico e Meio Ambiente

0xx ( 84 ) 3232-1976

CEARÁ IBAMA CE

0xx ( 85 ) 3277-1600

Superintendência Estadual
do Meio Ambiente

0xx ( 85 ) 3488-7474

MARANHÃO IBAMA-MA

0xx ( 98 ) 3221-2776

Secretaria do Meio Ambiente
e Recursos Hídricos

0xx ( 98 ) 3231-0738

GOIÁS E DF IBAMA-GO

0xx ( 062 ) 3901-1900

Secretaria do Meio Ambiente dos
Recursos Hídricos e da Habitação

0xx ( 62 ) 3224-2506
0xx ( 62 ) 3224-2823

MATO GROSSO DO SUL IBAMA-MS

0XX ( 67 ) 3382-2966

Secretaria do Meio Ambiente,
Cultura e Turismo

0xx ( 67 ) 3726-4363

RONDÔNIA IBAMA-RO

0xx ( 69 ) 3223-3607
0xx ( 69 ) 3223-3598

ACRE IBAMA-AC

0xx ( 68 ) 3226-3212

Secretaria do Meio Ambiente
e Recursos Naturais

0xx ( 68 ) 3224-5497
0xx ( 68 ) 3223-7432

AMAZONAS IBAMA-AM

0xx ( 92 ) 3613-3081

Secretaria do Meio Ambiente

0xx ( 92 ) 3648-0767

RORAIMA IBAMA-RR

0XX ( 95 ) 3623-9384

Secretaria do Meio Ambiente,
Interior e Justiça

0XX ( 95 ) 3623-2505

MATO GROSSO
Secretaria Especial de
Meio Ambiente

0800-65-3838

PARÁ IBAMA-PA

0xx ( 91 ) 3241-2621
0xx ( 91 ) 3224-5899

Secretaria executiva de Ciências,
Tecnologia e Meio Ambiente

0xx ( 91 ) 3181-3300

AMAPÁ IBAMA-AP

0xx ( 96 ) 3214-1119
0xx ( 96 ) 3214-1101

Coordenadoria Estadual
do Meio Ambiente

0xx ( 96 ) 3212-5304

PIAUÍ
Secretaria do Meio Ambiente
e Recursos Hídricos

0xx ( 86 ) 3216-2039
0xx ( 86 ) 3216-2040

Reciclagem

13/12/2011

Papa Lâmpadas - Reciclagem de Lâmpadas Fluorescentes em Empresas

 

JMA-Jornal Meio Ambiente do Ressoar por Diogo Silva

 

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou, no início de janeiro deste ano, as Portarias nº 1007 e 1008, onde estabelece o fim da comercialização de lâmpadas incandescentes no país até 2016. De acordo com dados da Secretaria de Planejamento Energético do MME, cerca de 300 milhões dessas lâmpadas são vendidas no país por ano. Estima-se que com essa medida o país será capaz de economizar, até 2030, cerca de 10 TWh/ano.



A medida tomada pelo Ministério vem na esteira do apelo da ONU, realizado em dezembro no ano passado durante a Conferência Climática em Cancún, com o objetivo de incentivar todos os países a optarem por lâmpadas de baixo consumo. Na ocasião, cerca de 40 países já possuíam programas para abandonar as lâmpadas incandescentes.



A utilização de lâmpadas fluorescentes representa uma redução do consumo energético em aproximadamente 70%. Além disso, esse tipo de iluminação tem uma vida útil oito vezes maior, quando comparada à incandescente.
 


A economia de energia trazida pela utilização de lâmpadas fluorescentes, porém, é acompanhada de um risco para o meio ambiente e à saúde. Um dos componentes principais desse produto é o mercúrio, um metal pesado extremamente tóxico e nocivo. O descarte incorreto dessas lâmpadas propicia a contaminação do ambiente por esse elemento. Uma intoxicação por mercúrio pode afetar gengivas e dentes, o sistema muscular e destruir tecidos do cérebro.



Para evitar esse tipo de contaminação, as lâmpadas fluorescentes devem ser encaminhadas para a reciclagem, onde são devidamente tratadas. Algumas empresas, licenciadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA), já realizam esse tipo de serviço.



Papa Lâmpadas - A Naturalis Brasil, uma empresa localizada em Itupeva, no interior de São Paulo, vem prestando um serviço que auxilia empresas a reciclarem de forma devida as suas lâmpadas fluorescentes. Ela leva um aparelho, chamado de “Papa Lâmpadas”, até as organizações interessadas em destinar corretamente esse tipo de resíduo.



As lâmpadas a serem recicladas são introduzidas em um tubo de alimentação e quebradas ao passarem por uma catraca. Os materiais pesados, como o vidro e o alumínio se depositam no fundo do tambor. Já o pó de fósforo, micro-partículas de vidro e o vapor de mercúrio ficam em suspensão e são sugados por um tubo coletor, passando por 2 filtros de celulose que liberam apenas o mercúrio. Este viaja até um filtro à base de cartão ativado, que o absorve e libera na atmosfera apenas o ar já descontaminado. O vapor de mercúrio coletado é posteriormente processado e retorna para seu estado metálico, sendo possível, assim, ser reutilizado como matéria prima. O encaminhamento do vidro coletado para reciclagem é feito pela própria Naturalis.



A Starrett, fabricante de ferramentas e instrumentos de medição, utiliza o serviço há cerca de três anos. “Os maiores benefícios desse serviço são a preservação ambiental e a segurança dos colaboradores da empresa. Esse processo garante a destinação correta dos detritos e os responsáveis pela ação dentro da empresa podem acompanhar todo o processo de perto”, diz Joyce Guerino Meireles, analista de segurança da Starrett. “Para a empresa é extremamente importante esta destinação correta, pois, além de garantir um espaço a mais na empresa, já que o local onde seriam armazenadas as lâmpadas fica liberado, também garante saúde e segurança aos colaboradores e ao meio ambiente”, comenta a analista de segurança.

Reciclagem de Lâmpadas Fluorescentes



O numero de lâmpadas fluorescentes dobrou nos últimos 20 anos. São mais de 2,5 milhões por ano queimadas e descartadas por empresas de todo o Brasil. Esse número é grande devido à economia de energia que ela proporciona.

As lâmpadas incandescentes duram, em média, mil horas, já as fluorescentes, além de consumirem 70% a menos de energia, duram cerca de 10 mil horas. O equivalente há 416 dias.

O único problema no aumento da procura por lâmpadas fluorescentes é que no Brasil ainda não existe uma legislação que controle a forma de descarte desse tipo de material. No entanto, algumas lojas de produtos elétricos já recebem esse material e encaminham para os locais autorizados a fazer a reciclagem.

Em São Paulo, por exemplo, a eletrônica Cime, localizada na região oeste da cidade, possui um posto para receber as lâmpadas que seriam descartadas em qualquer lugar.

A idéia de surgiu dos clientes, que se preocupavam onde poderiam descartar-las depois que elas acabassem a vida útil. Hoje a loja recebe cerca de mil lâmpadas por mês.

Uma vez por semana o material é recolhido pelo caminhão da recicladora, que é licenciada pelo IBAMA e esta localizada na cidade de Paulínia, no interior de São Paulo.

A reciclagem é demorada e minuciosa, afinal o mercúrio da lâmpada (cerca de 15mg por unidade) não pode entrar em contato com o meio ambiente. Se inalado pelo ser humano, o mercúrio entra na corrente sanguínea e pode provocar problemas nos rins, fígado, coração e até no cérebro.

Durante o processo todos os componentes da lâmpada são separados e ao final são encaminhados para empresas que reutilizam os materiais.

O vidro, por exemplo, é vendido para indústrias de cerâmica, que produzem com ele um material utilizado na finalização de pisos e azulejos. Já o mercúrio é vendido de forma controlada para indústrias brasileiras, diminuindo a quantidade importada desse tipo de material.

No Brasil são 5 empresas autorizadas a processar e encaminhar todos os componentes da lâmpada para a reciclagem, porém infelizmente esse tipo de trabalho atinge apenas 10% das lâmpadas descartadas no pais.

Confira abaixo a lista das empresas licenciadas pelo IBAMA:

Apliquim
Paulínia, SP
Telefone: (19) 3884-8140/3884-8141

Brasil Recicle
Indaial, SC
Telefone: (47) 333-5055

Hg Descontaminação
Nova Lima, MG
Telefone: (31) 3581-8725/3541-8696

Mega Reciclagem
Curitiba, PR
Telefone: (41) 3268-6030/3268-6031

Recitec
Pedro Leopoldo. MG
Telefone: (31) 3213-0898/3274-5614

** Cime Comercial Imperatriz de Material Elétrico
Rua Monteiro Melo, 433 - Lapa – SP
Tel: (11) 3672-1428 / 3675-7512

 

+ do Canal

 

© 2007 - 2012 JMA - Jornal Meio Ambiente. Todos os direitos reservados.